FMP inaugura o Espaço do Empreendedor

Sala foi montada com recursos captados por alunos da faculdade e vai atender empreendedores do município gratuitamente

a434689e4d7434e552f8599e1f935e43.JPG Foto: NORBERTO MACHADO

O prefeito de Palhoça, Camilo Martins, visitou a Faculdade Municipal de Palhoça (FMP) na noite desta quarta-feira (14), por motivos muito especiais: ministrar a aula magna que abre o novo semestre letivo, assinar o plano de carreira dos docentes e conhecer oficialmente o recém-criado Espaço do Empreendedor. A sala foi construída com recursos captados por alunos da sétima fase do curso de Administração, em projeto especial da disciplina de Captação de Recursos, comandada pela professora Joici Lilian Rodrigues.

Já é tradição: todos os semestres, as turmas (são duas, uma diurna e outra noturna) que passam por essa disciplina elegem uma instituição e fazem eventos para captar recursos que serão posteriormente doados para essa instituição escolhida. E por que não escolher a própria FMP para a aplicação dos recursos arrecadados? “Falei com a professora que a faculdade é uma entidade que também precisa de recursos. Uma das turmas, então, faria a doação para uma entidade externa e a outra faria a doação para a FMP”, relembra o atual diretor executivo da faculdade, o professor Fábio Pereira.

Definida a “parceria”, os alunos se organizaram para realizar os eventos para a arrecadação de recursos: foram duas rifas, um festival de futebol e o tradicional choripán, que todas as turmas organizam (sempre com muito sucesso). “Em cada projeto que a gente realizou, a gente buscava definir bem quais eram as equipes que iriam lidar com cada atividade, para não ter problema de organização durante os eventos”, conta o aluno Luiz Fernando de Morais. “Pedir dinheiro é uma coisa que não é fácil para ninguém”, relembra a colega Luiza Coelho. “Mas a faculdade apoia bastante essa iniciativa”, acrescenta. O empenho dos estudantes teve um resultado expressivo: eles conseguiram reunir R$ 18 mil. “Conseguir 18 mil reais não é fácil. Trabalhamos aos domingos, trabalhamos até tarde no choripán, as rifas que foram feitas, todos os apoiadores e parceiros, muitas discussões em sala para formatar o projeto”, comenta a professora Joici.

Com o dinheiro na mão, era hora de definir onde seria feito o investimento. A opção foi pela construção de uma sala, em forma de “aquário”, no hall de entrada, ao lado da Empresa Júnior, onde funcionará o Espaço do Empreendedor. Os próprios alunos correram atrás de descontos e apoios para a aquisição dos materiais e dos serviços necessários para erguer e mobiliar a sala. Teve quem literalmente “botou a mão na massa”, como o estudante Odair José de Souza, que ajudou até a pintar a sala. Não por acaso, Odair foi escolhido para entregar oficialmente as chaves da sala, ao lado da professora Joici, para a direção da FMP, na última sexta-feira (9).

O Espaço do Empreendedor está pronto, e o dinheiro arrecadado permitiu, também, iniciar a construção de mais uma sala, onde funcionará, futuramente, o Laboratório de Inovação (iLab), que em breve deverá abrir edital para acolher 10 startups - a próxima turma da sétima fase é que vai ter a missão de captar os recursos para finalizar a obra. “A sala está toda montada, com móveis planejados, computador, ar condicionado, uma sala bem equipada. Com o dinheiro que sobrou, nós montamos outro espaço. Não deu para terminar, mas como todo projeto tem que ter transparência, a gente zerou e entregou outra sala para a faculdade”, explica Joici.

O Espaço do Empreendedor vai funcionar como um ponto de apoio para futuros empresários palhocenses. “É uma parceria que estamos fazendo com a Prefeitura: lá na Prefeitura, o empreendedor vai para abrir a empresa, a burocracia legal, é onde será incluído no sistema, onde tira o alvará; aqui, vamos atuar na parte de gestão, do plano de negócio, da análise financeira”, explica a coordenadora da Empresa Júnior da FMP (que vai gerenciar o Espaço do Empreendedor e o iLab), Mariah Terezinha do Nascimento Pereira.

O diretor Fábio Pereira conta que a maioria dos alunos de Administração faz um plano de negócios para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), e com o Espaço do Empreendedor, os formandos vão poder usar as empresas que procurarem ajuda como casos reais para a formulação do TCC. “É a prática que faz com que a gente faça a coisa acontecer. Só a sala de aula não vai ser suficiente para a gente testar”, diz Mariah. “É uma forma de você tirar o conhecimento da sala de aula e trazer para a prática. Você aprende um monte de teorias lá, mas vamos ver como é que funciona isso na prática. Essas salas são para isso, para fazer a ligação entre o acadêmico e o mundo real do empreendedorismo, o que nem sempre é fácil”, pondera Odair.

Qualquer pessoa da comunidade vai poder utilizar os serviços do espaço, e a assessoria é totalmente gratuita. “O time da Empresa Júnior é um time que se inspira para trabalhar para os alunos, para os empreendedores e para aprender cada vez mais”, comenta Mariah. “Quantos empreendedores que não tinham nenhuma orientação de gestão e agora vão entrar nesta sala e vão receber uma orientação, porque vocês colocaram a mão? Quantos dias eu entrei e saí daqui e vi o Odair carregando, pregando, e vocês eram a base para ele estar aqui, porque ele se inspirou na grande maioria que correu atrás para isso acontecer”, finaliza a coordenadora, elogiando a dedicação dos alunos.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif