Beltrano - Edição 725

As diferenças e as semelhanças entre ricos e pobres

 


Extra! Extra!! A Nete, uma leitora amiga minha da Cova Funda, me enviou um texto que passo de graça pra vocês, mesmo porque este jornal é distribuído de graça, e de graça até injeção na língua! Ela fala das diferenças entre pobres e ricos.

Vou começar a história
Falando do visual
Rico de cabelo esquisito
Segue a moda nacional
O pobre quando inventa isso
É drogado ou marginal.

A diferença entre rico e pobre é tanta que, do rico que come muito, diz-se que se alimenta bem; o pobre é chamado de morto de fome!

Em casa de pobre tem
Um calendário de santo
Um retrato de político
Pendurado em um canto
Um jarro com um pé de arruda
Para quebrar o encanto.

Já na casa do dito rico
Tem um quadro bem pintado
Logo na sala de estar
Às vezes é todo borrado
Dizem que é arte moderna
Que deixa a todos abismados.

Falando com o Antônho do Bidunga sobre o assunto, ele acrescentou outras diferenças, por exemplo:
- Rico se coçando tem alergia, pobre tem sarna!
- Rico, quando vai num puteiro, é para buscar prazer; o pobre é tão azarado que quando vai buscar prazer pega gonorreia! Rá, rá, rá, rá...

Em toda casa de pobre
Tem um cachorro e um gato
O cachorro só tem pulgas,
Muita sarna ou carrapato
O gato só sabe dormir
Nunca corre atrás de rato.

Já na mansão do rico
Tem um cachorro ensinado
Pronto pra pegar bandido
É bonito e bem zelado
Todo dia toma banho
Com xampu importado.

Mas tem coisas que só pobre faz:
- Amarrar cachorro com fio de luz ou a perna de óculos com arame!
- Coloca Bombril na ponta da antena da TV ou do rádio!
- Esquentar a ponta da caneta Bic para que ela volte a escrever! Rá, rá, rá, rá...

A geladeira do pobre
Parece um ninho de galinha
Só tem ovos nas gavetas
Para comer com farinha
Uma garrafa pet com água
E um resto de sardinha.

A geladeira do rico
Dar gosto da gente ver
Tem comida de todo tipo
Mas ele não pode comer
Porque rico é ocupado
Não tem tempo pra viver.

Uma coisa é certa, com pobre não tem frescura:
- Chupa os dentes quando não tem palito!
- Cola o pivô com Superbonder para não ter que ir ao dentista!
- Esquenta pão de dias no micro-ondas e serve pra visita!
- Conserta a tira da sandália havaiana com prego! 
- Faz a barra da calça com fita crepe!
- Acende latinha com álcool dentro do banheiro em dia de frio! 
- Em dia de chuva, amarra saco plástico em volta do sapato para não sujá-lo na rua Edeling Schütz! Rá, rá, rá, rá...

O rico quando adoece
Vai pra clinica particular
Deita em uma cama bem limpa
O doutor vem sempre olhar
Tem tratamento decente
E só sai se melhorar.

O pobre fica numa sala lotada
Ou às vezes no corredor
Uns deitam até no chão
Gritando, sentido dor
Mas não aparece ninguém
Nem enfermeira, nem doutor.

O Antônho diz que todo pobre também é economista e cita o Zeca da Dona Biloca, que:
- Coloca garrafa pet de água em cima do relógio da Celesc para economizar energia!
- Remenda o coador de pano!
- Seca tênis atrás da geladeira!
- Guarda cueca furada para passar cera no carro!
O Antônho não tem dúvida de que é melhor ser pobre, hoje em dia, do que rico. Eu perguntei por que e ele me respondeu:
- Ser rico é viver preso atrás de grades! 
- É não admitir que é alcoólatra porque só bebe em casa ou no clube! 
- É ter a mania doentia de conferir se aquele barulho à noite não é ladrão invadindo a casa! 
- É esperar pra pagar o IPTU quando a Prefeitura lança o Profis! 
- É ter uma mansão com 10 banheiros e jogar o esgoto no mangue atrás da mansão! 
– É pagar plástica pra mulher esticar a pele e ela ficar parecida com um ET! 

Essa é a dura realidade
Que vimos no dia a dia
Onde seres da mesma espécie
Não dividem a mesma alegria
Mas um dia todos irão
Pra debaixo da terra fria.

Mesmo assim há diferença
Já na partilha do espólio
O rico tem funeral com pampa
O do pobre é bem simplório
O pobre disputa uma cova no Passa Vinte
O rico tem seu fim num crematório. 



Publicado em 06/02/2020 - por Beltrano

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif