Cartão Rosa - Edição 780

Para a alegria dos filhos, Leandro, Rodrigo e Arthur; de familiares e amigos, quem andou aniversariando esta semana foi o vereador João Carlos, o popular Bala. A coluna deseja muita saúde!


Muralha do Mirassol
No futebol, cada jogador, na sua devida posição, tem as suas obrigações. A posição mais cobrada por uma derrota é, sem dúvidas, a do goleiro, que está ali para defender a bola antes que ela ultrapasse a linha de gol. Velho conhecido do torcedor alvinegro, o Mirassol está anunciando o veterano goleiro Muralha para a disputa do Campeonato Paulista de 2021. Aos 31 anos, Alex Muralha tem uma carreira recheada de polêmicas. O bom goleiro começou a sua carreira no Paraná Clube e se destacou defendendo a camisa do Figueirense, indo parar no Flamengo, ficando na Gávea por dois anos. Depois, se aventurou no Japão e retornou ao Brasil para defender o Coritiba.


Utilizar ex-árbitros
Vou deixar aqui uma boa ideia para os que comandam a arbitragem no futebol brasileiro. O tal do árbitro de vídeo, aquele tal do VAR, não precisa correr, basta estar sentado numa aconchegante cadeirinha em uma sala com vários monitores de TV, concentrado no jogo. Esses caras analisam os mais polêmicos lances das partidas e chamam o árbitro de campo para revisar as jogadas. Pensando nisso, por que não utilizar ex-árbitros, com vasta experiência, para compor o VAR? Tipo assim: Dalmo Bozzano, Claudio Cerdeira, Dacildo Mourão, Oscar Godoy, etc...


Desbancou a Chapecoense
Às vezes, a solução está batendo na porta e os dirigentes do futebol catarinense não valorizam quem merece ser valorizado. No JEC, a coisa foi diferente: seus dirigentes apostaram na contratação do treinador Vinícius Eutrópio. Com ele, o JEC conquistou a Copa SC 2020 e desbancou a Chapecoense, conquistando a Recopa Catarinense 2021, em plena Arena Condá, e ainda garantiu uma vaga na Copa do Brasil 2021. Vinícius vem demonstrando um bom trabalho neste início de temporada. Enquanto isso, os de cá só valorizam os de lá.


Campeonato Catarinense
Foi dado o pontapé inicial para mais um Campeonato Catarinense, com o jogo de abertura, entre Marcílio Dias e Brusque, na noite desta quarta-feira (24), em Itajaí. Sem muitas novidades, a edição de 2021 contará com 12 clubes, dois a mais do que no ano passado. Será um campeonato disputado em quatro fases, onde os clubes irão se enfrentar em turno único. A princípio, diferente de outras boas épocas, este Catarinão está começando sem sal, sem gosto, sem motivação. Dos 12 técnicos que começam a disputa, apenas três já sentiram o gostinho de serem campeões comandando seus clubes: Umberto Louzer, pela Chapecoense, em 2020; Vinicius Eutrópio, pelo Figueirense, em 2014; e Hemerson Maria, pelo Avaí, em 2012. Que nossos clubes daqui tenham muita sorte neste Catarinão!


Na liderança
Flamengo e Inter proporcionaram um dos combates mais equilibrados deste Brasileirão. O jogo pode ter sido pobre em versatilidade, como já era esperado, e foi decidido a partir da expulsão do lateral Rodinei, assim que começou o segundo tempo - expulsão que contou com a ajuda do VAR, e cá pra nós, bastava um cartão amarelo. O Internacional, em alguns momentos, até superou o Flamengo, mas durante quase toda a partida, o time rubro-negro foi superior. A vitória colocou o Mengão na liderança, a uma rodada para o fim do campeonato.


Categorias de base
A campanha do Fluminense neste Brasileirão, depois que o treinador Marcão assumiu o comando do time, vem surpreendendo todo mundo. Tudo por conta da filosofia do seu Departamento de Futebol, que, assim como outros clubes, está sofrendo com os impactos financeiros por conta desta pandemia. Então, resolveu adotar alguns jovens jogadores de suas categorias de base, transformando num baita investimento. Que os nossos clubes daqui parem com esta mania de trazer velhos medalhões e que corrijam esse mau hábito, investindo em bons jogadores de suas categorias de base. Por conta disso, o Fluminense está de volta à Libertadores, depois de oito anos.


Campeonato Brasileiro
Este talvez seja o Campeonato Brasileiro mais disputado dos últimos anos. Tudo será decidido nesta quinta-feira (25), em estádios e cidades diferentes. O Flamengo tem a grande chance de conquistar o oitavo título de campeão brasileiro se conseguir vencer o São Paulo, no Maracanã. Caso o time de Abel Braga não consiga passar pelo Corinthians, o Flamengo já é campeão, mesmo com uma derrota. Já em Porto Alegre, no Gigante da Beira-Rio, o Internacional terá uma tarefa menos complicada do que a do time carioca.


Cartão rosa/vermelho
Cartão Rosa para o bom trabalho que vem desenvolvendo o coordenador Rodrigo Peres Amândio, na coordenadoria da Ponte do Imaruim. Com ele e toda a sua equipe, não tem tempo ruim e nem hora pro trabalho.

Cartão vermelho para os nossos governantes, sejam eles estaduais ou municipais, em todos os setores públicos ligados diretamente a esta pandemia que nos atinge e nos aflige. Enquanto milhões de reais foram aspirados sabe-se lá por quem, milhares de catarinenses estão perdendo a vida e outros sofrendo por falta de leitos hospitalar. Já se passou um ano que estamos neste sofrimento e até agora nada foi feito. Aqueles R$ 33 milhões dos respiradores poderiam estar a serviço do povo catarinense. É muita incompetência deste governo.


Pensamento do Bambi
Se você nasceu em dezembro, é porque seus pais andaram se divertindo na Semana Santa. 


“No mês de fevereiro, uma pessoa muito especial apaga a velinha! Thiago Peres, que a vida seja sempre gentil com você e te dê muitos motivos para sorrir! Você merece todo amor e alegria! Que sua vida seja guiada com muitas bênçãos!
Te amamos!” Michelli e João Pedro.



Publicado em 25/02/2021 - por Margarida Clésio Moreira dos Santos

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg