c2abafaee81eeb2b9636708c0e29f559.jpeg Brasil Atacadista de Palhoça comemora Halloween na pista de patinação

113e618973b8ebd17fca0d7d47a14e83.jpeg Pescadores de Palhoça terão ajuda para fazer recadastramento nacional

1d1c91a2de87a42ea4b71ebc71dd25e7.jpeg Memória: Palhoça foi campeã estadual de voleibol em 1962

2eaf302353b70bfc90de923594c50904.jpg Elevador especial é doado para auxiliar criança com dificuldade para caminhar

290414776c163caecd307988082d2124.jpeg Começa a pré-produção de “Ferrolho”, filme ambientado na Pinheira

7af56a643841db6a9098b402f3cb2d62.jpeg Irmão falecido há 18 anos assina letra de "Dilema", música de Guilherme Stingler

fd67d75723bfe78bda89f51eaf466587.jpeg Judoca se prepara para representar Palhoça nos Jogos Escolares Brasileiros

52b0d7288e387bb75af6dcd071294308.jpeg Atletas de Palhoça ganham medalhas na Copa Desterro de Jiu-jitsu Profissional

4591eb7458e13b72850d0266561322bb.jpeg Jovens atletas representam Palhoça em competições estaduais

b1389c69ecc88f51f017f24a6510b6da.jpeg Judoca criado dentro do programa Palhoça Esportiva é campeão estudantil

678354f0c4a3c4a0a66e5acc0f97f463.PNG PBec Brasil vence primeira partida oficial como clube profissional


Amigas falam sobre Marta Lorenzetti, ativista da causa animal que faleceu no fim de setembro

Conhecida simplesmente como Dona Marta, a moradora de Palhoça chegou a abrigar 150 cães simultaneamente

c7a03dc15f0ff3a858100754d3d4043e.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Os amigos, protetores de animais de Palhoça, e os familiares de Marta Lorenzetti, ainda estão de luto. Há pouco mais de 20 dias que a cuidadora de animais e ativista faleceu. Mesmo com mais de 80 anos, a Dona Marta, como era chamada por quem a conhecia, ainda era exemplo para quem zela pelos animais. 

Moradora da comunidade de Morretes, Dona Marta há anos fazia trabalho voluntário na organização não-governamental e sem fins lucrativos que ela mesma fundou: o Abrigo de Carinho Marta Lorenzetti. 

O abrigo, referência no acolhimento de animais de rua no município, já contou com cerca de 150 cães.

“Mas não é só isso… ela deixou um legado: a luta não pode parar, pois eles não têm fala, mas nós temos! Apesar de alguns não gostarem da sua luta, nós só temos a te agradecer.
Um dia você falou a uma amiga, quando já debilitada, que sua maior tristeza era partir e deixar seus bichinhos”, escreve a amiga Rafaela Bianchi, que também é defensora da causa animal e viu na senhora Lorenzetti um exemplo de dedicação. 

A amiga mencionada por Rafaela é Mônica Benetti, que prometeu assumir os cuidados dos cães que ficaram sem sua protetora. 

“Dona Marta me ensinou o que não devo fazer; muitas vezes a vontade da gente é pegar todos animais abandonados. Mas a partir daí, vira nossa responsabilidade”. Uma vida sem vida, ameaçada pelos vizinhos. E ainda as centenas de abandonados na frente da casa dela; ela torrou tudo que tinha para manter eles”, completa Rafaela Bianchi. 

Marta Lorenzetti manteve seu abrigo funcionando por mais de 23 anos, recebendo e cuidando de cães vulneráveis e abandonados do jeito que podia.

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?
Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg