2bcce634871ed1468e7351608bbebb70.jpg Vacinação em SC: Estado distribui doses nesta terça para vacinar adolescentes contra a Covid-19

df6918034d4114166d85ee70d1d48414.jpg Cerca de 4 mil beneficiados do SC Mais Renda ainda não buscaram seus cartões

24ad3550b5edf4882c4dd519fdf7be25.jpeg SC Transplantes registra recuperação em número de doações de órgãos

dbcd3da33f56f29f2f6a7dcf20c532df.jpg Palhoça é a primeira cidade de SC a concluir o programa Salto em 2021

cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


Pais relatam dificuldades por vagas em escolas

No Aririú da Formiga, dona Velma não conseguiu matricular o neto de seis anos

e5a769734a4058f9985d71b18eab50ac.jpeg Foto: VIDHYARTHI DARPAN/PIXABAY

Por: Willian Schütz*

Lista de espera, zoneamento e questões estruturais. Esses são alguns dos fatores que alguns responsáveis têm apontado como dificuldades para conseguir vagas para crianças e adolescentes estudarem presencialmente em Palhoça. Há semanas, moradores do Aririú da Formiga relatam que essa situação ocorre na Escola Básica Professora Laurita Wagner da Silveira. 

Foi o caso da dona Velma, que vem questionando a Secretaria Municipal de Educação. O neto dela, de seis anos, não conseguiu vaga na escola municipal do bairro. “Na lista de inscrição deste ano para a escola, tinha 45 crianças, mas só tem uma sala”, alega dona Velma. Ela argumenta que o fato de não haver vagas suficientes para o primeiro ano é um problema, pois “as crianças do primeiro ano não conseguem pegar ônibus sozinhas”, impossibilitando o deslocamento para outras instituições.

A moradora do Aririú da Formiga também diz que “uma mãe, conhecida da família e que tem três filhas, teve que se mudar, por não ter vaga na escola”.

Informações da Escola Básica Professora Laurita Wagner da Silveira dizem que as turmas são formadas conforme a demanda do ano anterior para o próximo. Isso significa que é feita uma projeção para que as turmas do ano seguinte possam atender os alunos que já se encontram tendo aulas atualmente. 
Em nota repassada pela Secretaria Municipal da Educação, a “direção da escola, ciente da demanda reprimida da comunidade do Aririú da Formiga na turma do 1º ano e levando em consideração a importância dessa fase da vida da criança e sua expectativa com o ingresso na escola, já está elaborando uma alternativa para que todos os alunos sejam atendidos ainda neste ano”.
 
Ainda segundo a nota, assim que essa situação estiver concretizada, a comunidade escolar será avisada. 

Mesmo assim, o neto de dona Velma, bem como outras crianças do Aririú da Formiga que iniciariam o primeiro ano em 2021, permanecem na fila de espera por uma vaga.

Problemas semelhantes no Aririú
Mães e pais de crianças que estudam em outros bairros de Palhoça já procuraram a equipe de reportagem do Palhocense para relatar a dificuldade em conseguir vagas nas escolas do município. 
O caso mais recente foi o da Escola de Educação Básica João Silveira, localizada no Aririú. O motivo é a dificuldade na reestruturação do sistema de distribuição de energia, após um furto de fios elétricos ocorrido no ano passado. Além disso, a instituição de ensino tem problemas para compor a equipe necessária para cumprir o plano de contingência municipal em prevenção ao novo coronavírus.

Ana Paula, mãe de uma estudante da escola João Silveira, afirma que sua filha continuou estudando online até o início de abril, pois estava na fila de espera para uma transferência para o Caic.

Na maioria das escolas em Palhoça, as aulas seguem ocorrendo no modelo híbrido: parte presencial, parte online. Enquanto isso, persiste a existência da fila de espera por uma vaga para quem quer e precisa estudar.

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg