f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Contorno Viário: tem reunião na quinta (13) no MPF

Encontro deve trazer decisões sobre os pleitos apresentados pela Prefeitura na ação civil pública protocolada na Justiça Federal em 11 de fevereiro

b1396072c557731ba88ab8d11b2a88b5.jpg Foto: ASCOM MPF/SC

A Prefeitura de Palhoça aguarda com expectativa o resultado da reunião prevista para esta quinta-feira (13) no Ministério Público Federal (MPF) em Florianópolis, entre representantes do município, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e da concessionária Arteris – Autopista Litoral Sul. O encontro deve trazer uma decisão sobre os pleitos apresentados pela Prefeitura na ação civil pública protocolada na Justiça Federal em 11 de fevereiro, mesma data em que o prefeito Camilo Martins decretou situação de emergência na mobilidade urbana do município.

Considerando especificamente os fatos, o interesse público envolvido e os pedidos formulados na ação, o prefeito irá propor quatro pontos fundamentais para inclusão no acordo que poderá ser firmado na reunião desta quinta feira. O primeiro é a definição de um prazo para a conclusão das obras do Contorno Viário da Grande Florianópolis, com a fixação de penas de multa para o caso de descumprimento. Essas multas devem ser fixadas considerando os trechos da rodovia que precisam ser concluídos e de modo condizente e proporcional ao valor e dimensão total da obra, sendo depositadas em juízo e, posteriormente, revertidas ao município de Palhoça. Os valores das multas serão destinados à realização de obras de melhoria na mobilidade urbana da região da Grande Florianópolis e a outras medidas estabelecidas pelas partes em caso de descumprimento pela empresa concessionária.

O segundo ponto é o asfaltamento e a liberação da terceira faixa da BR-101 no trecho Norte, entre os municípios de Palhoça e Biguaçu, somada à readequação e construção de 24 novos acessos à marginal. Para tais obras, também deverá haver um prazo, com fixação de penas de multa para o caso de descumprimento.

O terceiro ponto é o pagamento de indenização por danos morais coletivos, a ser revertido para o Fundo Municipal de Proteção ao Consumidor, para fins de investimento em obras de melhoria da mobilidade urbana do município (tal indenização poderá ser estabelecida desde já ou ao final da ação judicial).

E o quarto ponto seria a criação e manutenção de um site na internet em que sejam disponibilizadas ao público informações precisas e atualizadas sobre o cronograma das obras do Contorno Viário. Além disso, deverão constar neste endereço dados sobre contratos e aditivos da obra, valores despendidos com acordos extrajudiciais e desapropriações realizadas, trechos/lotes de obra já concluídos e que ainda falta concluir (e seus prazos) e outras informações relevantes de interesse público.


Audiência de conciliação

Na tarde de 30 de abril, ocorreu uma audiência de conciliação na 4ª Vara Federal. Na ocasião, o juiz Vilian Bollmann decidiu que a ação ficaria suspensa por 45 dias, e no dia 27 de maio a Autopista deveria submeter ao município de Palhoça e ao MPF um cronograma de início e fim da obra, para que seja possível fiscalizar e estipular multas em caso de descumprimento dos prazos. A decisão judicial levou em conta a posição da concessionária Arteris, que solicitou “mais tempo para uma definição clara, precisa e técnica”. O prazo de 27 de maio foi adiado para esta quinta-feira (13). 

Também na audiência de conciliação, foram definidos outros prazos: até 21 de novembro de 2019, a ANTT precisa publicar no Diário Oficial da União a revisão solicitada do contrato; em 36 meses, a concessionária deve concluir o trecho Sul, que engloba as obras em Palhoça; até novembro de 2021, a conclusão dos demais trechos, que seguem o cronograma atual do contrato em execução.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg