20dc4e7729d5869a8457d2f03bf245f5.jpeg Homem procurado por receptação e com histórico de 143 passagens pela polícia é preso em Palhoça

0ae94ba50602cc9ec46637d50c22ef80.jpg SC lança novo vacinômetro para dar mais transparência na apresentação dos dados

1f9714a46627fa74d71b519e6c54b71e.jpeg Hélio Costa se compromete com demandas de agentes de segurança universitária federal

cfed241412d941950a5e15aa0ad0314e.jpeg Polícia Rodoviária Federal divulga balanço da Operação Nossa Senhora Aparecida

3722eb63d7e4752d367e3dba472592fe.jpeg Banda Soul Cream lança EP de estreia nesta sexta-feira (15)

a09be49357169b0e544a4196beee38ee.jpg Músico Paulo Valério, o “Pevê”, anuncia lançamento do terceiro disco

8ecba6308f36f894407ae4a11b018071.jpeg Rapper palhocense William Luis lança single nesta sexta-feira (8)

eedf3fe739adf982a85ed9a85aad67d6.jpg Musicalidade de Zé Ramalho no Curta o Som do Shopping ViaCatarina nesta sexta

4591eb7458e13b72850d0266561322bb.jpeg Jovens atletas representam Palhoça em competições estaduais

b1389c69ecc88f51f017f24a6510b6da.jpeg Judoca criado dentro do programa Palhoça Esportiva é campeão estudantil

678354f0c4a3c4a0a66e5acc0f97f463.PNG PBec Brasil vence primeira partida oficial como clube profissional

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX


Defesa Civil Nacional apoia ações em SC

Técnicos vão auxiliar equipes locais no levantamento dos danos e na elaboração de planos de trabalho para solicitação de ajuda federal

8b6b912759b6247a7b459ff4cf1851f9.jpg Foto: JULIO CAVALHEIRO/SECOM

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, e um grupo de profissionais da Defesa Civil Nacional estarão em Santa Catarina a partir desta sexta-feira (3) para auxiliar nos trabalhos de resposta aos desastres provocados pela passagem do ciclone extratropical, que trouxe ventos fortes ao estado na terça-feira (30) e quarta-feira (1). O estado catarinense foi o mais atingido na região, com pelo menos 135 municípios afetados.

Em campo, os técnicos do governo federal auxiliarão equipes locais no levantamento dos danos e na elaboração de planos de trabalho para solicitação de ajuda da União. “Por orientação do presidente Bolsonaro, determinamos a ida do secretário e de técnicos da Defesa Civil Nacional para apoiar os trabalhos em Santa Catarina, o mais atingido por essa catástrofe causada pelo ciclone. O governo federal não poupará esforços para auxiliar a população do Sul do país neste momento difícil”, destacou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Na quarta-feira (1), em contato com os governadores de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e do Paraná, o ministro já havia colocado a estrutura da Defesa Civil Nacional à disposição dos estados.

Equipes da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), vêm acompanhando - desde as primeiras ocorrências – a situação das fortes chuvas e vendavais que estão afetando os estados do Sul do país. Equipes do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), da Defesa Civil Nacional, estão em contato permanente com as defesas civis locais – estado e municípios atingidos – para a emissão de alertas, avaliação de riscos e de danos já provocados.

Desde o último fim de semana, com a previsão de formação de um ciclone subtropical em áreas da Argentina e do Paraguai, técnicos do Cenad têm se reunido sistematicamente com equipes dos institutos de meteorologia e do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Os esforços resultaram em alertas que foram previamente emitidos às autoridades locais e à população.

 

Mais de 5 milhões de mensagens

A Sedec envia alertas de desastres naturais sempre que necessário aos órgãos competentes sobre riscos de ocorrências. As defesas civis locais, por sua vez, encaminham esses avisos à população por meio de SMS nos celulares e mensagens nas TVs por assinatura.

Nesta ocasião, os avisos começaram a ser enviados à população da região Sul ainda na segunda-feira (29), com alertas sobre temporais e vendavais e recomendações para proteção. Até o momento, foram mais de 40 informes via SMS que geraram um total de 5 milhões de mensagens para a população cadastrada no serviço. Atualmente, nos três estados do Sul, 1,6 milhão de pessoas estão com celulares habilitados para recebimento dos alertas.

Para aderir ao serviço, basta enviar um SMS com o CEP de interesse para o número 40199. De imediato, a seguinte mensagem confirmará o êxito da operação: “Cadastro realizado com sucesso. O celular está apto a receber alertas e recomendações de defesa civil. Para cancelar, envie sair e o CEP para 40199”. É permitido cadastrar mais de um CEP.

Já os alertas em TV por assinatura são enviados diretamente aos televisores. O serviço é gratuito, está disponível em todos os estados do Brasil e não necessidade de cadastro prévio.

 

Quer participar do grupo do Palhocense no WhatsApp?
Clique no link de acesso!
 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg