2bcce634871ed1468e7351608bbebb70.jpg Vacinação em SC: Estado distribui doses nesta terça para vacinar adolescentes contra a Covid-19

df6918034d4114166d85ee70d1d48414.jpg Cerca de 4 mil beneficiados do SC Mais Renda ainda não buscaram seus cartões

24ad3550b5edf4882c4dd519fdf7be25.jpeg SC Transplantes registra recuperação em número de doações de órgãos

dbcd3da33f56f29f2f6a7dcf20c532df.jpg Palhoça é a primeira cidade de SC a concluir o programa Salto em 2021

cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


Fisioterapia reduz fila de espera

Inovações como a central de triagem agilizaram o trabalho

2cca6ae580ca4c881e87968aaad8f5a3.png Foto: DIVULGAÇÃO

A Secretaria de Saúde fez um balanço das atividades do setor de fisioterapia durante 2018, período em que foram implementadas inovações como a central de triagem, que tem como objetivo “conhecer a realidade de cada paciente”. Também foram criados grupos com pacientes crônicos, agilizando a fila de espera. Essas inovações agilizaram os trabalhos, com consideráveis melhorias no atendimento.

Palhoça é o único município da Grande Florianópolis que presta atendimento domiciliar a pacientes necessitados de fisioterapia que estão acamados. “Esse era um serviço deficitário, mas, felizmente, com muito trabalho e organização, conseguimos reduzir significativamente a fila de espera no setor de fisioterapia. Vejam que há sete anos a fila de espera tinha 5 mil pacientes. E o tempo de espera era de quatro anos. Hoje, são 540 pacientes e o tempo de espera, em media, é de apenas 20 a 30 dias para pacientes agudos”, avalia o prefeito Camilo Martins.

Segundo o prefeito, os números mudaram para melhor porque a Prefeitura investiu no setor de fisioterapia: “Contratamos mais profissionais e efetuamos uma reforma no modelo de trabalho. Além disso, Palhoça faz atendimento domiciliar, o fisioterapeuta vai à casa do paciente que está acamado. Vale ressaltar que nosso município é o único na região a fazer esse trabalho fundamental”.

Atualmente, o setor de fisioterapia da Secretaria Municipal de Saúde realiza 625 agendamentos por mês, o que resulta em 6.250 procedimentos – isso porque um agendamento gera 10 sessões, no mínimo. O gerente de fisioterapia, Leandro Giliard Pereira, revela o ritual do procedimento: o paciente faz o agendamento da triagem na unidade básica de saúde de origem e, na data agendada, o paciente faz a triagem com o fisioterapeuta, oportunidade em que é feita a classificação da prioridade. Daí em diante, é marcada a consulta e começa o tratamento.

A Secretaria de Saúde conta com um quadro de 15 fisioterapeutas, que realizam atendimento ambulatorial via Sistema de Centrais de Regulação. Estão incluídos no atendimento, os pacientes agudos, pós-operatórios, casos de fraturas, AVC, entre outros.

Em 2018, a fisioterapia criou grupos de pacientes crônicos (lombar, ombro, joelho e quadril). Diz o relatório que pacientes com essa patologia acabavam aumentando a fila de espera, pois necessitam de um acompanhamento prolongado, podendo evoluir ou não, dificultando o acesso aos pacientes agudos. “Por esse motivo, implantamos os atendimentos em grupos com pacientes crônicos, agilizando a fila de espera”, afirma o secretário de Saúde, Rosiney Horácio.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg