cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

31912c67f113f2bc58ba76fe5f16f0c1.jpeg Por meio do Governo do Estado, Epagri Ciram realiza ações de apoio à pesca

05869665556f62f815b6c2a9f54623e6.jpeg Professores e alunos da Ponte do Imaruim reclamam de horários do transporte coletivo

2a46e516208184553913a41ae23578e0.jpeg Através de campanha solidária, evento de Dia das Crianças deve ocorrer no São Sebastião

124a5fd64c0300628c002b6987790ece.jpeg Acusado de matar pelo menos 15 pessoas é preso na Ponte do Imaruim

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


Ricardo Martins consegue boa colocação no Jalapão

O palhocense conquistou boas posições: segundo lugar na categoria das motos e sexto na classificação geral

73baca526bf739380161ff454eb4ba33.jpeg Foto: DFotos

O 7º Rally Jalapão/Sertões Series, realizado de 15 a 19 de junho, contou com etapas que somaram 1.339 quilômetros de percurso, no interior da Bahia e do Tocantins, passando pelo Jalapão. Nessa acirrada competição, o piloto palhocense de motocicleta Ricardo Martins conquistou boas posições: P2 na categoria das motos e P6, na classificação geral.
 
A edição 2021 do Rally Jalapão bateu recorde de inscritos  com 99 veículos, 169 competidores, entre carros, motos, quadriciclos e UTVs. Esses números já adiantam a alta competitividade das quatro etapas de disputas radicais que definiram a competição.
 
Apesar dos desafios, Ricardo Martins, conseguiu recuperar seu ritmo e saiu com um resultado positivo. “Foi a primeira corrida do ano; a gente estava há uns 10 meses sem corridas oficiais, devido à pandemia”, introduz o piloto. “E como estava um tempo sem correr, demorei um pouco a pegar o ritmo e acabei, no primeiro dia de corrida, errando um caminho do trecho e acabou pegando um arame na roda da minha moto”, explica Martins.
 
E os desafios não pararam por aí. Ao concluir a terceira etapa, Ricardo destacou, nas redes sociais, que “foram 300 km de especial com muita areia e alguns trechos de cascalho”, condições exigentes para os pilotos. 
 
O palhocense também ressalta que, apesar da época, o clima estava bem quente, por conta da localidade, mas que “foi uma corrida muito top e quase 100% do terreno foi de areia”.
 
Já a quarta e última etapa, realizada no último sábado (19), contou com um roteiro eletrizante de aproximadamente 374 quilômetros de trechos cronometrados. 
 
Correndo com sua Yamaha YZ 450, Ricardo Martins finalizou a competição com classificação positiva.
 
A disputa marcou a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Agora, o piloto palhocense está se preparando para o Rally RN 1500, que será realizado no Rio Grande do Norte, de 29 de junho a 3 de julho. A competição funciona como outra etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para carros, motos, quadriciclos e UTVs.
 
Vale destacar que Ricardo Martins já acumula uma série de prêmios: quatro vezes campeão brasileiro e três vezes do Sertões. A mais recente premiação, concedida pela Racing, reconhecida revista especializada, elege os melhores pilotos do ano e destaca o palhocense.

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg