Jiu-jitsu: capacitação reúne profissionais em PH

Evento aconteceu no sábado (2) e contou com a presença dos criadores do Programa Pedagógico Fight & Smart, além de reunir profissionais da arte suave de Brasil, Uruguai, Irã e Emirados Árabes Unidos

35470ff3917ff2782060873cb3016165.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Sofia Mayer*

 

Um evento para capacitação de instrutores de jiu-jitsu, intitulado “Jiu-jitsu Educacional para Academias”, movimentou a manhã de sábado (3) em Palhoça. A programação durou cerca de cinco horas e contou com a presença dos criadores do Programa Pedagógico Fight & Smart e de profissionais da arte suave de Brasil, Uruguai, Irã e Emirados Árabes.

A realização foi uma parceria entre a Alfabetos Ensino de Esporte e a Associação Catarinense Arte Suave Milenar (ASM Association), sediada em Palhoça. “Todos ficaram felizes com a capacitação neste fim de semana. Agora vamos aplicar esses novos conhecimentos nas academias associadas à ASM Association”, comenta o fundador e presidente da ASM, Marco Túlio, faixa-preta em jiu-jitsu, 4º grau.

Uma aula-modelo também foi conduzida pelo professor e diretor de esporte da Alfabetos Ensino de Esporte, Beto Nunes, também faixa-preta, 4º grau. O método utilizado pelo Programa Pedagógico Fight & Smart de jiu-jitsu brasileiro foi apresentado a crianças e adolescentes. “Quero parabenizar os pais, responsáveis, instrutores, coaches e alunos da ASM. Eles estão influenciando positivamente no crescimento destas crianças e adolescentes. E isso ficou claro na harmonia que tivemos na fluência da aula-modelo”, comemorou o professor.

Já o educador Beto Cavallari, um dos criadores do Fight & Smart, junto com Beto Nunes, apresentou a estrutura pedagógica do programa, ressaltando a importância da implementação do jiu-jitsu educacional nas academias para o desenvolvimento dos jovens. O evento ainda permitiu a trocas de experiências sobre a prática e o estudo do esporte.  

 

O programa

Fundado por Beto Nunes e Beto Cavallari, o Fight & Smart busca colaborar com o desenvolvimento intelectual, físico, emocional, linguístico e comportamental de crianças e adolescentes em fase escolar.

Segundo os profissionais, trata-se de um método inovador de aula no tatame, que aposta também na multidisciplinaridade, já que relaciona fundamentos e técnicas do jiu-jitsu, educação física, inglês, geografia e história. Há material didático, com livro para aluno e instrutor, e conteúdo de apoio em plataforma digital.

 

Sobre os professores

Marco Tulio Nunes e Beto Nunes fazem parte da mesma equipe de jiu-jitsu, liderada pelo mestre Ricardo Delariva, e chegaram a trabalhar com o ensino de jiu-jitsu brasileiro nos Emirados Árabes Unidos, o primeiro país do mundo a implementar o esporte no currículo da educação básica.

Agora, os professores da arte suave se encontram novamente para trazer o jiu-jitsu educacional para a ASM Association, enriquecendo as aulas em academias de Palhoça e região. 


* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim
 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?
Clique no link de acesso!
 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg