f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Carlos Moisés inaugura escola no Bela Vista

A EEB Professor Ângelo Cascaes faz parte Programa Nacional de Escolas Cívico-Militar, do Governo Federal. Solenidade aconteceu na tarde desta quinta-feira (8)

8851f6b0f7bf3a5d5546e81e2e059d0a.jpg Foto: Flávio Lengruber

A Escola de Educação Básica Professor Ângelo Cascaes Tancredo, do Bela Vista, foi oficialmente inaugurada, nesta quinta-feira (8), pelo governador Carlos Moisés. Segundo o Governo do Estado, a instituição atende a pedidos da comunidade, que solicitava mais vagas nos anos finais do Ensino Fundamental e Médio na rede estadual. A solenidade de inauguração estava programada para março, mas foi adiada por conta da pandemia. 

A instituição adota o modelo cívico-militar de ensino e contou com o investimento de R$ 8,9 milhões. No discurso, o governador comemorou a qualidade das instalações, que comporta laboratórios de química e de informática. “Não haverá mudança em nosso país sem um investimento efetivo na educação. É isso que estamos fazendo: investir para levar o nível da educação catarinense ao ponto que precisa estar”, complementou. 

As matrículas foram abertas no início do ano para o semestre letivo de 2020. Atualmente, a escola tem 648 alunos distribuídos em 17 turmas, além de 26 professores. São 456 alunos do sexto ao nono ano, e 192 no primeiro ano do Ensino Médio. As demais séries serão criadas de forma progressiva com os demais alunos.


Estrutura modelo

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, também estave presente na solenidade e elogiou a qualidade estrutural da instituição, considerada atraente para os estudantes. “Esse é um momento de emoção, pois nós recebemos essa obra em andamento e com muitos problemas. Muito rapidamente e à luz da legislação, nós equacionamos essas questões”, afirmou. 

A escola possui quatro prédios. Na construção principal, há 14 salas de aula e uma área de lounge, além de uma biblioteca com acervo de mil livros e uma sala de estudos. Há laboratórios equipados para estudo de química, biologia e matemática, e dois laboratórios de tecnologia com 25 computadores cada, lousa digital e caixa de som. 

Ginásio poliesportivo de tamanho oficial, palco para eventos, vestiários, auditório, refeitório coberto e espaço de convivência com concha acústica também podem ser usados pelos alunos.


Adesão ao Programa Nacional de Escolas Cívico-Militar

A escola é uma das três unidades da rede estadual que aderiram ao Programa Nacional de Escolas Cívico-Militar (PECIM) do governo federal. “O modelo cívico-militar foi assentido pela comunidade em 100%. Foi uma escolha deles. Na nossa escola, nós estamos tendo êxito e é meu desejo que outros locais também possam saber o quão positivo esse modelo é”, conta a diretora da escola, Luciana Medeiros Gomes Raulino.

O regimento interno do programa destaca que os profissionais do quadro militar devem atuar com base em cinco valores: honestidade, civismo, dedicação, excelência e respeito. Eles também orientam os alunos sobre disciplina, criação de ações de educação cívica, conservação da unidade, organização de eventos, além de oferecerem apoio socioemocional em situações de bullying.  

No momento, a EEB Ângelo Cascaes Tancredo tem efetivo de um Oficial de Gestão Escolar (Coronel da reserva do Exército Brasileiro), um Oficial de Gestão Educacional (Capitão da reserva do Exército Brasileiro) e quatro monitores, sendo dois Suboficiais da Marinha do Brasil, um Subtenente do Exército Brasileiro e um 1º Sargento da Força Aérea Brasileira. Há a previsão da incorporação de mais monitores das Forças Armadas ainda neste ano.


Quem foi Ângelo Cascaes Tancredo?

O nome da escola, uma homenagem a Ângelo Cascaes Tancredo, se justifica pelas ações que o palhocense fez nas áreas da educação e do esporte do município. Nascido em 28 de novembro de 1957, ele trabalhou como professor na Fundação Catarinense do Bem-Estar do Menor, na Escola de Educação Básica Professor Ivo Silveira, em Palhoça, e na EB Arcebispo Dom Afonso Niehues, em São José. Faleceu precocemente, aos 39 anos.

Ângelo Cascaes Tancredo também esteve presente em várias ações na área do esporte, trabalhando à frente do Projeto Municipal de Palhoça "Esportes Cidadão na Rua". Ainda coordenou campeonatos de verão de voleibol e futebol na Praia da Pinheira, em Palhoça, organizou o campeonato de futsal adulto no Ginásio Palhoção e foi o idealizador e dos Jogos Escolares de Palhoça (JEP).

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?
Clique no link de acesso!



Galeria de fotos: 5 fotos
Créditos: Flávio Lengruber Flávio Lengruber Flávio Lengruber Flávio Lengruber DIVULGAÇÃO
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg