f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Obras dos túneis em PH começam em janeiro

Diretor da Autopista Litoral Sul2

b0363426d49e1ac9283ab03c6fc1fdb0.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

O diretor-superintendente da Autopista Litoral Sul, André Bianchi, informou que a concessionária prevê iniciar em janeiro de 2019 as obras do “trecho sul A” do Contorno Viário, que englobam três túneis duplos e viadutos. Esse pacote está calculado em R$ 1,6 bilhão. Ele apresentou um balanço do andamento das obras em reunião do Fórum Parlamentar Catarinense, realizada na segunda-feira (17), na Fiesc. Segundo ele, está mantido o prazo de entrega da obra completa para 2021. “O compromisso e o cronograma estão mantidos para dezembro de 2021”, garantiu. Bianchi também disse que boa parte das desapropriações está resolvida, mas ainda há pendências. 

Na reunião, o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Mário Rodrigues Júnior, ressaltou que é um cronograma apertado, mas garantiu que é possível cumprir o prazo. “É um desafio, mas vamos fazer essa obra em três anos”, afirmou. A ANTT destacou ainda que para manter o equilíbrio econômico e financeiro do contrato, há possibilidade de aumento extraordinário da tarifa de pedágio, estimado em R$ 0,40 em 2020, quando as obras dos túneis estarão em andamento. 

“Sem sombra de dúvida, essa discussão sobre o Contorno é extremamente importante, mas também chamo a atenção para a importância de se discutir outros contornos ao longo BR-101”, afirmou o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar. Ele também colocou à disposição o consultor da Fiesc, o engenheiro Ricardo Saporiti, para acompanhar o cronograma e sugeriu que as informações sejam colocadas no Sistema Monitora Fiesc para conhecimento da sociedade. “Coloco nossa estrutura técnica à disposição. As desapropriações, aprovações de projetos e licenciamentos são importantes para que a empresa possa executar o cronograma. Deve ter uma conjunção de forças muito forte para que possamos ter realmente concluída essa obra em 2021”, declarou.

O presidente da Fiesc salientou ainda que existe uma classificação de serviço norte-americana para rodovias que vai de A até F, sendo A o melhor serviço e F o pior. “Na nossa rodovia BR-101, em vários trechos e horários a classificação é F. O estado está se litoralizando e nossos portos são uma plataforma logística para o Brasil, com a movimentação de cerca de 20% dos contêineres do país. Então, há que se discutir o Contorno da Grande Florianópolis e a BR-101 como um todo”, propôs.
Aguiar também entregou a representantes do Fórum Parlamentar a Agenda da Indústria para Infraestrutura, documento que mostra que Santa Catarina demanda R$ 3,9 bilhões por ano para manter e ampliar a infraestrutura de transporte nos modais rodoviário (R$ 2,85 bilhões), ferroviário (R$ 626 milhões), aeroviário (R$ 61,1 milhões) e aquaviário (R$ 342,6 milhões). “A Fiesc tem uma preocupação forte com relação à infraestrutura, que afeta o desenvolvimento da nossa indústria e do nosso estado. Temos uma pesquisa que nos mostra que o componente transporte tem uma participação importante na composição do custo das empresas”, completou. 
“Todos já sabemos do tempo de espera para a conclusão das obras do Contorno, com atraso de praticamente 10 anos em relação ao primeiro cronograma”, disse a presidente do Fórum, a deputada Carmen Zanotto. Os deputados federais Jorginho Mello e Esperidião Amin ressaltaram que a obra está com o cronograma apertado e pela complexidade na execução podem surgir atrasos. Por isso, sugeriram que a ANTT e a Autopista Litoral Sul apresentem mensalmente um cronograma de execução. 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg