Bugre aposta na força regional para voltar à elite

Amaro Junior vai liderar, novamente, o futebol do Guarani de Palhoça na segunda divisão estadual, que começa em junho

b1de81ec961b09e94017bd9ba5f4aa5e.jpeg Foto: ARQUIVO/GUARANI DE PALHOÇA

O Guarani de Palhoça vai apostar na força do futebol regional para reconquistar uma vaga na primeira divisão do Campeonato Catarinense – o Bugre vai disputar a Série B, que começa em junho. “Vamos montar uma equipe forte para voltar a ser o orgulho palhocense", define o diretor executivo Amaro Junior, um dos personagens mais vitoriosos da história do Bugue Palhocense e que está à frente do projeto neste ano.

Amaro vai ser o responsável pela integração entre as duas entidades que dividem esforços na administração do clube: a Sociedade Esportiva, Recreativa e Cultural (Serc) Guarani de Palhoça e o Guarani de Palhoça Futebol Ltda. As duas entidades chegaram a um acordo para tocar o futebol profissional em 2021, com Amaro Junior à frente do processo.
 
A comissão técnica está montada com profissionais que têm histórias vencedoras com a camisa do Bugre, e o elenco deverá ser composto, na sua maioria, por atletas da região - uma tradição que sempre deu bons resultados em campo.

O planejamento já está sendo articulado e o trabalho de campo inicia no dia 3 de maio. A segunda divisão do Campeonato Catarinense inicia no dia 20 de junho, com 10 equipes lutando por duas vagas na primeira divisão. A competição será disputada no sistema de turno e returno. As duas equipes com maior pontuação conquistam o acesso e fazem a final do campeonato.


Estrutura
As duas entidades que unem forças para manter o futebol profissional no Bugre têm seus próprios comandantes: o empresário Mauro Fantin é o presidente do Guarani Ltda, enquanto a SERC Guarani é presidida pelo professor Janilton Gentil. O interlocutor entre as duas instituições será Oscar Yamatto.

O vice-presidente da SERC Guarani, o professor Matheus Coelho, vai exercer, também, as funções de analista de desempenho e de auxiliar técnico do treinador, Rafael Piccinin. A comissão técnica tem, ainda, o preparador físico Damir Araújo, o treinador de goleiros Daivison Luiz e o roupeiro “Maré”.

Quem comanda a tropa que terá a missão de recolocar o Bugre na elite do futebol catarinense é o coordenador técnico Hudson Coutinho, treinador com grande identificação com a história do clube e que já levou o Guarani ao título da segunda divisão do Campeonato Catarinense, em 2012.

Também fazem parte da estrutura montada: o diretor financeiro Jeferson Ramos Batista, o assessor de imprensa Fabio Coradin e Thiago Mansur, que vai atuar nas áreas de marketing esportivo e captação de recursos.

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg