Jornal Palhocense entrevista Ivon de Souza

Coronel Ivon revela o que o motivou a aceitar o desafio da terceira eleição a prefeito em Palhoça. Agora no PSL, ele avalia o crescimento de Palhoça

8ef0f16bcb0ebe8096aa05396fc5c11e.jpg Foto: Divulgação

Jornal Palavra Palhocense – Quem é o Ivon de Souza?
Ivon de Souza - Ivon de Souza, ou coronel Ivon, como muitos me chamam, já que atualmente sou coronel da reserva da PM/SC. Sou filho do ex-prefeito Odílio José e da professora Marlene, casado com a Vanusa, pai da Ana Paula e do Ivon Júnior. Sou palhocense de nascimento. Sou um homem simples, amo estar com a minha família, entre meus amigos e com meus animais resgatados. Sou formado em Direito, com especialização em Pedagogia e Segurança Pública. Mas eu fiz toda minha carreira na Polícia Militar, entrando aos 17 anos na instituição. Acredito que não precisamos de muito para sermos felizes e que cada um de nós pode fazer a diferença. 

JPP - Fale um pouco de sua identidade com Palhoça!
Ivon - Nasci aqui, sou palhocense de nascimento e de todo coração. Nunca imaginei um dia morar em outro lugar. Constituí família neste lugar, vi meu pai ser prefeito desta cidade, sei da garra deste povo e sei do potencial desta terra. 

JPP - Quando e quem te incentivou a participar da política?
Ivon - Sempre tive como referência meu pai, que foi prefeito de Palhoça. Me espelhei muito nele. Por nascer e me criar aqui, sempre tive a vontade de fazer o bem por este lugar. Palhoça precisa de pessoas que se comprometam com a cidade, para que seus moradores sejam respeitados, bem atendidos e, acima de tudo, tenham qualidade de vida. Deste modo, meu pai tem sua parcela de “culpa” na minha vontade de participar da política, mas muito disso é por vontade própria. 

JPP - Como você avalia o atual momento político da cidade?
Ivon - Sabemos que Palhoça cresceu muito nos últimos anos, mas cresceu sem planejamento, o que resultou em uma cidade com grandes problemas a serem resolvidos. O Poder Público não acompanhou esse crescimento. Falta o básico para os moradores de Palhoça: saneamento, educação, vaga nas creches, saúde básica, empregos, mobilidade urbana, segurança, habitação. A partir disso, muitos problemas locais surgiram, como a violência e o tráfico de drogas. Vamos, sem dúvida, enfrentar esses problemas.

JPP - Qual sua experiência como servidor público?
Ivon - Como mencionei, entrei na Polícia Militar aos 17 anos. Naquela época, isso era possível. Fui comandante da Academia da Polícia Militar, subdiretor de apoio logístico, comandante da Companhia Especial de Biguaçu, gerente de Engenharia de Tráfego do Detran/SC e, mais tarde, diretor-adjunto desta instituição. Também fui diretor do Colégio Militar e da Casa Militar da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

JPP - Alguma frustração ou mágoa com sua história eleitoral em Palhoça?
Ivon - Não levo mágoas e nem frustações. O tempo passou e aprendi a conviver com o que aconteceu. Eu fui vítima de uma das maiores fraudes eleitorais na história das eleições do nosso país. Fui vítima de um golpe dentro do meu próprio partido (na época), mas por isso hoje estou pronto para lutar por uma Palhoça melhor e mais justa para todos. 

JPP - Como foi a decisão de concorrer a prefeito de Palhoça em 2020?
Ivon - Diante de tantas imoralidades e por não compactuar com isso, foi a minha dignidade que me incentivou a seguir buscando por um grupo em que eu pudesse exercer a boa política. E desse modo, passei a presidir o PSL de Palhoça. Palhoça tem sido vítima de um grande inchaço populacional, mas esse crescimento não tem sido acompanhado pelo Poder Público. Faltam vagas nas creches e escolas. Falta saneamento. Falta planejamento. Falta respeito ao dinheiro e aos interesses dos cidadãos. E no trânsito, a imobilidade é total. Eu não posso ficar de braços cruzados vendo toda essa situação. Eu acredito nos palhocenses. Sei que o nosso município tem um grande potencial e pode ser melhor para todos. Por isso, eu decidi ser candidato a prefeito de Palhoça.

JPP - Suas considerações finais.
Ivon - Acredito que, com muito trabalho, comprometimento e respeito pelo povo palhocense, podemos tornar Palhoça um lugar melhor para todos nós.

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg