f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Integração e inclusão na Semana da Educação Especi

O Centro de Atendimento de Educação Especial (AEE) da escola estadual Governador Ivo Silveira, no Centro de Palhoça, organizou a Semana da Educação Especial

bf581ecf8560601df78e681d52f3a7d9.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

O Centro de Atendimento de Educação Especial (AEE) da escola estadual Governador Ivo Silveira, no Centro de Palhoça, organizou a Semana da Educação Especial, entre os dias 26 e 30 de agosto. Os alunos puderam participar de ações que envolveram coral, teatro, palestras, vivências e gincana.
Na abertura do evento, a professora Fabricia Florentino de Oliveira Juttel falou sobre integração e inclusão. “Integração é você dar às pessoas a mesma oportunidade. E inclusão é você adaptar as oportunidades para as pessoas”, refletiu.
A professora Fabricia detalha uma das dinâmicas realizadas com os alunos, simbolizando o trabalho que é feito com alunos da educação especial: “Pegamos três alunos de diferentes tamanhos e entregamos um caixote para cada um deles. Colocamos um pano para simbolizar um muro. Portanto, o aluno mais alto conseguiu olhar o outro lado; o aluno de estatura mediana conseguiu olhar somente com a metade de sua face acima do pano; já o aluno de estatura baixa não conseguiu ver nada. Ao oportunizar a adaptação, todos conseguiram olhar. Essa é a sociedade que queremos”.
A abertura também contou com o depoimento da aluna Caroline Rodrigues, que contou o quanto a vida dela melhorou desde que entrou no AEE. Em uma cartinha, Carol expressou: “Nesta escola me senti muito acolhida e comecei a gostar mais de mim, a me autoconhecer e a sentir-me mais capaz de seguir em frente, sempre evoluindo. Os professores e colegas de sala me ajudam muito, quebramos barreiras (eu e os alunos). Comecei a apresentar os trabalhos com mais segurança e confiança. O AEE foi de extrema importância para os estudos e para a vida, pois, através dele, me descobri e passei a viver com alegria e em paz comigo mesma, vendo sempre as evoluções. Gosto muito dessa escola. Aqui eu tive oportunidades que a faculdade não me proporciona. É muito bom estar aqui. Nessa escola aprendi não só os conteúdos, mas aprendi a viver. Depressão está fora da minha vida. Eu amo estar aqui. Pretendo voltar para a faculdade de Pedagogia, graças a uma professora daqui. Foram muitos desafios a serem cumpridos e vencidos, foi muito bom estar aqui”.

 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg